Você Ri dos Seus Medos?


Dany Padilla passa a integrar a equipe editorial da Revista Fanzine com dicas de Marketing Pessoal, Comportamento e muito mais.

Todo dia, ao levantarmo-nos da cama, precisamos lidar com nossos medos e ansiedades: Será que o dia vai ser bom? Será que vou conseguir aquela promoção? Ai, ai, ai, estou desempregado, será que o dinheiro dura até o fim do mês? São tantos os questionamentos que não me espanta saber que a depressão é o mal do século e que a cada dia mais e mais pessoas se prostram na cama por não terem forças para lidarem com suas próprias questões. Infelizmente, essas mesmas pessoas esquecem que da vida só levamos a vida que a gente leva. E que as únicas certezas que temos, como dizem os americanos, são a morte e os impostos.

E mais uma pergunta: Como você lida com seus medos? Eles paralisam você? Ou impulsionam? Como funciona isso na sua cabeça, já pensou?

Outro dia, em um profundo processo de autoconhecimento, tive uma experiência de muito medo. E sabe como lidei com ela? Rindo! De verdade: comecei a respirar profundamente. E a pensar que aquele medo não fazia sentido, visto que já tinha passado por situação semelhante várias vezes e que já sabia, por experiência própria, que a ansiedade gerada pelo medo me paralisava. E pensei no absurdo da situação.

E comecei a rir, lembrando-me de Umberto Eco, em seu livro O Nome da Rosa, que versava em torno de assassinatos cometidos em um mosteiro religioso por um padre que envenenava as páginas de alguns livros proibidos. E quais livros eram esses? Livros de comédias. E qual o argumento do padre ao ser descoberto? Que as comédias deveriam permanecer lacradas, jamais lidas, pois o riso dá forças. E quem tem força não teme. E como nossa instituição religiosa sobreviveria se as pessoas não buscassem nela um refúgio espiritual por seus medos e anseios.

Religiosidades à parte, até porque esse artigo não trata disso e atualmente as igrejas se norteiam por outros pilares, essas antigas questões são sábias e muito nos ensinam. E, lembrando-me delas, comecei a rir, o que liberou endorfina no meu organismo e combateu o irracional medo, me fortalecendo para buscar uma alternativa sábia e coerente às minhas inseguranças e ansiedades.

E você, como lida com seus medos? Seu medo paralisa você ou suas necessidades o impulsionam?

Dany Padilla

Dany Padilla é especialista em marketing pessoal, motivação e vendas. É autora do livro “O Pulo do Gato: como sair das saias justas corporativas e dar um salto na carreira”. Realizou palestras para milhares de pessoas, em empresas situadas em todo o território nacional. É empreendedora desde os 15 anos, tendo se destacado no cenário nacional ao lançar plataforma inovadora de internet, além disto, é consultora comportamental e produtora de estilo com passagens em diversos programas de TB, bem como mídia online e impressa. Saiba mais sobre a profissional em www.danypadilla.com.br.

#Comportamento

Você pode gostar de ler também: